Apoio:
Sociedade Brasileira de Pediatra

Lembre-se sempre de que o Meu Calendário de Vacinas é uma ferramenta informativa e não substitui o aconselhamento do seu médico. Consulte sempre seu médico antes de tomar decisões relacionadas à saúde.

Dengue

A vacina da dengue ajuda a proteger contra a dengue em pessoas que já tiveram a doença comprovadamente; uma doença transmitida por mosquitos infectados com o vírus da dengue.

Calendário de vacinação recomendado

*De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria

Timeline diagram showing recommended doses for this vaccine

Saiba mais!

Converse com seu médico sobre a vacina da dengue.

${iconAlt}

Dengue

Você sabia...

A dengue é encontrada por toda região dos trópicos com fatores de risco influenciados pela precipitação de chuvas, temperatura, umidade, urbanização e qualidade de controle de mosquitos em áreas urbanas (2).

${imgAltText}

Você sabia...

A prevenção ou redução do vírus da dengue depende principalmente do controle de atividade de mosquitos ou do impedimento das picadas de mosquitos infectados em humanos (6)

${imgAltText}
  • O que é dengue?

    A dengue é uma doença viral transmitida por mosquitos infectados com o vírus da dengue (1).

  • Como é transmitida?

    Os vírus são transmitidos aos seres humanos pela picada da fêmea do mosquito infectada, que contrai o vírus principalmente ao se alimentar com o sangue de uma pessoa infectada (1).

  • Quem está em risco?

    A dengue é encontrada por toda região dos trópicos com fatores de risco influenciados pela precipitação de chuvas, temperatura, umidade, urbanização e qualidade de controle de mosquitos em áreas urbanas (2). As taxas de infecção por dengue são maiores ao ar livre e durante o dia, quando os mosquitos infectados picam com mais frequência (3). No entanto, os mosquitos infectados se reproduzem em ambientes internos e podem picar qualquer pessoa durante todo o dia (3).

  • Quais são os sintomas?

    Uma pessoa infectada pelo vírus de dengue desenvolve sintomas semelhantes aos da gripe grave que normalmente duram de 2 a 7 dias (4). Os principais sintomas de dengue são febre alta acompanhada por dois dos seguintes sintomas (4): 

    • dor de cabeça intensa 
    • dor atrás dos olhos 
    • náusea, vômito 
    • edema de glândulas 
    • dores musculares e de articulações 
    • erupções cutâneas

    A dengue grave é uma complicação potencialmente mortal devido a perda de fluido dos vasos sanguíneos (4). Isso pode provocar a insuficiência do sistema circulatório e choque (5). Observe os sinais de alerta quando a febre diminuir em 3 a 7 dias após o início dos sintomas e (4): 

    • dor abdominal grave 
    • vômito persistente 
    • respiração rápida 
    • sangramento das gengivas 
    • vômito com sangue 
    • fadiga, inquietação
  • Como proteger seu filho?

    A prevenção ou redução do vírus da dengue depende principalmente do controle de atividade de mosquitos ou do impedimento das picadas de mosquitos infectados em humanos (6). Por exemplo, a eliminação de locais onde os mosquitos podem se reproduzir pelo descarte adequado de resíduos sólidos e melhores práticas de armazenamento de água, matar mosquitos adultos e larvas com inseticidas e usar roupas/repelentes para minimizar a exposição da pele durante o dia pode ajudar a evitar infecções e a disseminação do vírus (6,7).

    Existe o registro de uma vacina contra a dengue para uso em países específicos (8), mas a vacina só deve ser feita em pessoas que já tiveram comprovadamente a doença (9).

${imgAltText}

Converse com seu médico

Marque uma consulta com seu médico hoje para conversar sobre como vacinar seu filho contra dengue.

${imgAltText}
${imgAltText}

Identifique possíveis atrasos na proteção do seu filho

Crie um calendário personalizado para ver se o seu filho perdeu alguma vacina.*

Visualize o calendário personalizado do seu filho para ver se está faltando alguma vacina.*

1. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue Control: what is dengue? 2017. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/disease/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

2. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue Control - Epidemiology. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/epidemiology/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

3. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue control: the mosquito. 2017. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/mosquito/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

4. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue control: the human. 2017. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/human/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

5. CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Symptoms and what to do if you think you have dengue. 2019. Disponível em: <https://www.cdc.gov/dengue/symptoms/index.html>. Acesso em: 25 abr. 2019.

6. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue control: control strategies. 2017. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/control_strategies/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

7. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue control: environmental management. 2017. Disponível em: <https://www.who.int/denguecontrol/control_strategies/environmental_management/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

8. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Immunization, Vaccines and Biologicals - Dengue. Disponível em: <https://www.who.int/immunization/diseases/dengue/en/>. Acesso em: 25 abr. 2019.

9. SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário vacinal SBIm 2018/2019: do nascimento à terceira idade (atualizado em 19/09/2018). Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-0-100.pdf>. Acesso em: 07 maio 2019.